Eventos

Eventos

Dissertação de Mestrado Profissional - Nº 308: Um Estudo Sobre Acessibilidade nos Portais de Ingresso dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

28 de Abril de 2020 às 16:51:10

Pós-Graduação Profissional em Ciência da Computação - UFPE 

 

Defesa de Dissertação de Mestrado Profissional Nº 308 

 

Aluno: Eliandro Luiz Minski

Orientador: Prof. Fernando da Fonseca de Souza

Título: Um Estudo Sobre Acessibilidade nos Portais de Ingresso dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

Data:  30/04/2020

Hora/Local:10h - VIRTUAL

Banca Examinadora:

Prof. Fernando da Fonseca de Souza (UFPE - Centro de Informática)

Profa. Roberta Pasqualli (IFSC- Instituto Federal de Santa Catarina)

Profa. Aida Araújo Ferreira (IFPE - Instituto Federal de Pernambuco)

 

Resumo:

 

A utilização de recursos e aplicações Web está se tornando cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. Seja para fins educacionais, comerciais ou de entretenimento, essas aplicações são projetadas para atender um público com perfis e especificidades variados, inclusive as pessoas com deficiências. Porém muitos dos recursos disponibilizados não estão preparados, em relação à acessibilidade Web, para atender às necessidades dos usuários com deficiência, criando assim barreiras e impedindo que esses usuários possam utilizá-los de forma eficiente e eficaz. Buscando uma maior praticidade, eficiência, eficácia e controle nas inscrições dos candidatos interessados em estudar nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, os mesmos disponibilizam em seus sites os Portais de Ingresso, os quais são aplicações Web onde os interessados realizam seus cadastros e informam o curso desejado. Objetivando uma Web para todos, algumas instituições buscam criar propostas de diretrizes para o desenvolvimento de aplicações Web acessíveis, como o WCAG (Web Content Accessibility Guidelines) e o eMAG (Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico). Entretanto, apesar da existência dessas diretrizes, é comum encontrar falhas e até mesmo a ausência de requisitos básicos de acessibilidade. Diante disso, surge a questão: os Portais de Ingresso dos Institutos Federais atendem de forma satisfatória os requisitos de acessibilidade na Web? Esta pesquisa objetiva avaliar a acessibilidade Web nos Portais de Ingresso dos 38 Institutos Federais existentes atualmente no Brasil, usando como referência os principais padrões de acessibilidade (WCAG e o eMAG) por meio dos métodos de avaliação via ferramenta automatizada, utilizando a ferramenta ASES (Avaliador e Simulador de Acessibilidade de Sítios) e da avaliação via interação humana, utilizando grupos de voluntários com deficiência. Por fim, identificar as principais dificuldades enfrentadas pelos profissionais envolvidos no planejamento e desenvolvimento dos Portais de Ingresso em incluir as diretrizes de acessibilidade em seus projetos e elaborar recomendações a serem seguidas para que os Portais de Ingresso possam ser utilizados por todas as pessoas, com deficiência ou não, indiferentes da tecnologia assistiva que utilizam.

           

Palvras-chave: Web AcessívelASES. Avaliação via Diretrizes de acessibilidade.