Eventos

Eventos

Defesa de Tese de Doutorado - Nº  498: Estudando as Relações entre Composição e Estrutura de Equipes,  Qualidade dos Processos e Resultados do Trabalho em Equipe no  Desenvolvimento de Software: Construção de Instrumentos e Modelos  Fundamentados na Práti

05 de Maio de 2020 às 12:26:17

Pós-Graduação em Ciência da Computação – UFPE
Defesa de Tese de Doutorado Nº  498

Aluno: George Marsicano Corrêa
Orientador: Prof. Fabio Queda Bueno da Silva
Co-orientador: Prof. Alberto César Cavalcanti França (DC/UFRPE)
Título: Estudando as Relações entre Composição e Estrutura de Equipes, 
Qualidade dos Processos e Resultados do Trabalho em Equipe no 
Desenvolvimento de Software: Construção de Instrumentos e Modelos 
Fundamentados na Prática Industrial
Data: 07/05/2020
Hora/Local: 9h – CIn  - VIRTUAL : https://meet.google.com/ekj-yusg-ejw
Banca Examinadora:
Prof. André Luis de Medeiros Santos (UFPE / Centro de Informática)
Prof. Renata Maria Cardoso Rodrigues de Souza (UFPE / Centro de Informática)
Prof. Sergio Castelo Branco Soares (UFPE /Centro de Informática)
Prof. Breno Giovanni Adaid Castro (Instituto de Ensino Superior de Brasília)
Prof. Marcos Kalinowski  (PUC-RJ / Departamento de Informática)


RESUMO:

Contexto: Ao longo das últimas décadas, o estudo sobre equipes de trabalho 
produziu vários modelos visando explicar e prever o comportamento 
individual e da equipe, em situações do trabalho em equipe. Em geral, esses 
modelos utilizam estruturas Input-Process-Output (IPO) nos quais as 
entradas (Input ou antecedentes) nos níveis individual, da equipe e 
organizacional são combinadas e usadas pelos processos (Process) no nível 
de equipe para produzir os resultados (Output) desejados do trabalho em 
equipe. As entradas, podem potencializar ou restringir os processos de 
equipe. Dessa forma, ser capaz de compreender as potenciais relações entre 
os fatores de entrada, processos e saídas do trabalho em equipe pode 
auxiliar as Organizações a estabelecerem ações visando a melhoria dos 
processos de trabalho e seus resultados. Contudo, ao observar os estudos da 
Engenharia de Software (ES), verifica-se que esses, têm se concentrado 
principalmente, no entendimento e operacionalização dos componentes 
Process-Output, dando pouca atenção aos fatores antecedentes aos processos 
do trabalho em equipe. Aliado a isso, identifica-se também, uma ausência de 
estudos propositivos, no que se refere à construção e validação de escalas 
de medida capazes de capturar a percepção individual quanto aos fatores 
antecedentes aos processos do modelo IPO.
Objetivo: Visando contribuir para minimizar as lacunas identificadas na 
literatura da ES, esta Tese possui como objetivo principal identificar e 
descrever a relação entre um subconjunto de fatores entrada (composição e 
estrutura de equipes de software) e a qualidade do trabalho em equipes de 
software (processos) e seus resultados, a partir da percepção de líderes e 
membros de equipes de software. Além disso, alguns objetivos secundários 
devem ser cumpridos, tais como: construir e validar a escala de medida dos 
fatores de composição e estrutura de equipes de software; obter um conjunto 
de escalas válidas e invariáveis para a medição dos fatores de composição e 
estrutura de equipes de software, qualidade do trabalho em equipe, 
desempenho da equipe e sucesso pessoal; e analisar a existência, a 
positividade ou negatividade, e a significância das relações entre os 
fatores de composição e estrutura de equipes de software e a qualidade de 
suas interações.
Método: Esta Tese teve como principal base metodológica a teoria e o modelo 
de elaboração instrumental, proposto por Pasquali, os quais são baseados em 
três aspectos: teórico, empírico e analítico. A partir disso, foram 
realizados três estudos visando: (1) a construção e validação do 
questionário de medição do conjunto de fatores de composição e estrutura de 
equipes de software; (2) validação dos instrumentos de medida TWQ, 
Desempenho da Equipe e Sucesso Pessoal, no cenário da indústria de software 
do Brasil; e (3) identificação das relação entre os construtos de fatores 
de estrutura e composição de equipe e a qualidade do trabalho em equipe, 
além da avaliação da invariância dos instrumentos de pesquisa resultantes 
dos estudos anteriores, itens (1) e (2). Ademais, esta Tese contou com a 
participação de mais de 1800 sujeitos, de mais de 100 diferentes 
Organizações, com representação em todas as Regiões brasileiras.
Resultados: O principal resultado deste trabalho foi a identificação e 
descrição das relações entre fatores de composição e estrutura de equipe 
com a qualidade do trabalho em equipe e seus resultados, a partir da 
percepção de membros e líderes de equipes de software. Esse resultado, 
revelou que o conjunto de fatores antecedentes estudados relaciona-se de 
maneira positiva com os processos de equipe, assim como esses, com o 
desempenho da equipe e com sucesso pessoal. Além disso, foi possível 
verificar a relação de duas variáveis sócio-demográficas e os processos de 
equipe. Tais resultados foram organizados e representados em uma estrutura 
IPO denominada Modelo de Trabalho em Equipe para Equipes de Software 
(TEES). Ademais, gerou-se um conjunto de escalas válidas adaptada às 
equipes de software e uma diretriz que pode ser usada na construção de 
outros instrumentos de medição na pesquisa empírica de engenharia de 
software.
Conclusões: O estudo das relações entre fatores de composição e estrutura 
de equipes, qualidade dos processos e resultados do trabalho em equipe no 
desenvolvimento de software permitiu gerar resultados passíveis de 
utilização teórica e prática, contribuindo de maneira relevante no âmbito 
da Engenharia de Software, seja para expandir os conhecimentos atuais, seja 
para buscar a compreensão da percepção de membros e líderes de equipes de 
software, quanto aos construtos presentes no modelo TEES. Ademais, os 
resultados obtidos abrem novas possibilidades de estudo e compreensão dos 
fatores envolvidos no trabalho em equipe no desenvolvimento de software, 
podendo o modelo TEES ser utilizado como ponto de partida para tal.

Palavras-chave: Trabalho em Equipe.  Modelo IPO. Equipes de Software. 
Composição de Equipe. Estrutura de Equipe.